21 de novembro de 2023

Aterro sanitário completou um ano de funcionamento

O aterro sanitário de Luís Eduardo Magalhães completou um ano de funcionamento, fortalecendo o compromisso da Prefeitura com a sustentabilidade e o cuidado com o meio ambiente.

Estrutura do aterro
Com capacidade para receber 99 toneladas de resíduos sólidos por dia, o aterro sanitário de Luís Eduardo Magalhães completou um ano de operação no último dia 15 de novembro de 2023, feriado da Proclamação da República. O início da operação da central de gerenciamento de resíduos marcou o fechamento das atividades do antigo lixão a céu aberto, localizado no bairro Parque São José.

Investimento
A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães investiu cerca de R$ 40 milhões em todo o processo de implantação do aterro, incluindo a construção da central de gerenciamento de resíduos, pavimentação da via de acesso e a operação da Central.

A empresa Paraguassu Construções é a responsável pelos serviços de operação, monitoramento, tratamento, transporte de chorume e disposição final de resíduos domiciliares, públicos e da construção civil.